Poderão as impetuosas provações da vida de fato se mostrarem ser uma bênção?

Para refletir: Confiando nas instruções
16 de outubro de 2014
Para refletir: A lição das batatas
17 de outubro de 2014
Mostrar tudo

Poderão as impetuosas provações da vida de fato se mostrarem ser uma bênção?

Em Outubro de 1991, um incêndio destruiu 2.500 casas nos arredores de Oakland, Califórnia. Quando os donos assolados voltaram e removeram as cinzas negras, descobriram que todos os seus haveres tinham sido reduzidos a fuligem.

Mas um homem e a sua filha descobriram um pequeno coelho de porcelana. Admiraram-se que um objeto tão frágil tenha sobrevivido intacto.
Outras vítimas desta catástrofe encontraram também louças e objetos de porcelana que de alguma maneira tinham desafiado este fogo consumidor.
No Domingo a seguir ao desastre, um pastor local levou para o seu púlpito um vaso intacto, o qual era a única coisa que ele tinha recuperado da sua casa.
Ele perguntou à sua congregação:
– “Sabem porque este vaso ainda está aqui e a minha casa desapareceu?”
Ele respondeu à sua questão dizendo:
-“Porque isto já tinha passado pelo fogo antes.”
Poderão as impetuosas provações da vida de fato se mostrarem ser uma bênção? O apóstolo Pedro revela-nos que podem.
Ele explicou-nos que várias provações podem resultar em “louvor, honra, e glória, na revelação de Jesus Cristo” (I Pedro 1:6-7).
Provações ardentes podem ser muito dolorosas, mas se pela graça de Deus as conseguirmos suportar, a nossa fé pode emergir da ardente fornalha, mais pura e forte do que era antes.

Fonte: Site do Pastor Walter Pacheco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *